Seguros

Seguros – A História do seguro

Antecipadamente, dá-se o nome de seguro a todo contrato pelo qual uma das partes, se obriga a indenizar a outra, em caso de determinado sinistro.

Sob o mesmo ponto de vista, o seguro nasceu da necessidade do homem em controlar o risco.

Existem indícios que já na Babilônia, 23 séculos antes de cristo, caravanas de cameleiros que cruzavam o deserto mutualizavam entre si os prejuízos com morte de animais.

Na China antiga e no Império Romano também havia seguros rudimentares, através de associações que visavam ressarcir membros que tivessem algum tipo de prejuízo.

Nesse ínterim, o Seguro de automóvel, cobre perdas e danos ocorridos aos veículos terrestres automotores.

Coberturas básicas são, colisão, incêndio e roubo que podem ser contratadas separadamente ou agrupadas.

Por outro lado, este seguro pode cobrir também prejuízos causados a terceiros (Responsabilidade Civil Facultativa de Veículos – RCF.V), Acidentes pessoais de Passageiros.

Sob o mesmo ponto de vista, é possível contratar outras garantias, tais como:

Ao mesmo tempo, a Assistência 24 horas, que é a reposição de veículo em caso de acidente, proteção para vidros, lanternas, faróis e retrovisores, carro reserva e ainda, em alguns casos, saldo de financiamento (liquida o financiamento de seu veículo em caso de perda total).

Dessa forma, o custo varia de acordo com as características do carro.